Brasília, Últimas Notícias, Distrito Federal, DF, BSB, Portal Minuto61

PCDF deflagra Operação Wireless 2 e prende grupo

PCDF deflagra Operação Wireless 2 e prende grupo
Foto: PCDF

PCDF deflagra Operação Wireless 2 e prende grupo que roubava empreendimentos imobiliários

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), deflagrou, nesta terça-feira (4), a Operação Wireless 2 para cumprimento de quatro mandados de prisão temporária e seis mandados de busca e apreensão deferidos pela 4ª Vara Criminal de Brasília.

Os presos integram um grupo criminoso especializado em roubo armado com restrição de liberdade das vítimas em empreendimentos imobiliários do Distrito Federal. O grupo já atuava desde o ano de 2022, sendo que, só em 2024, realizou ao menos sete roubos em empreendimentos no Noroeste, Asa Norte, Taguatinga, Águas Claras e Gama/DF.

Dois dos criminosos entravam na obra, rendiam o vigilante com emprego de arma de fogo e violência física. Nesse momento, a vítima era amarrada com arame, enquanto os autores arrombavam os almoxarifados e subtraíam, fios elétricos, equipamentos, ferramentas e outros objetos.

O prejuízo causado às empresas, só no ano de 2024, gira em torno de R$ 341 mil. Dois dos presos estão em cumprimento de pena em regime semiaberto no Centro de Progressão Penitenciária – CPP/SEAPE, com trabalho externo e saídas implementadas. Eles se aproveitavam das saídas temporárias aos finais de semana para cometerem os crimes.

WhatsApp Image 2024 06 04 at 12.10.02 1

Os envolvidos têm passagens por homicídio, roubo, furto e tráfico de drogas. Na residência de um deles em Samambaia/DF, foi localizada e apreendida uma Carteira de Identidade do DF com sua fotografia impressa, motivo pelo qual também foi autuado em flagrante por falsificação de documento público.

Os presos serão recolhidos na carceragem da PCDF. Se condenados poderão pegar uma pena de quatro a seis anos pela associação criminosa armada, e de seis a 16 anos para cada roubo. Um deles ainda poderá ser condenado a uma pena de dois a seis anos por falsificação do documento público.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Ascom/DGPC
PCDF, excelência na investigação

 

Siga nas Redes!

Últimas Notícias

Especial

Mais Lidas

Portal Minuto 61 © 2022 – Strike Media

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Conheça nossa política de privacidade.