Logo Minuto61

Copa do Mundo feminina: Bastidores da eleição do Brasil 2027

Copa do Mundo feminina: Bastidores da eleição do Brasil 2027
Brasileiros comemoram escolha do Brasil como sede da Copa do Mundo Feminina da FIFA 2027 Créditos: FIFA

Copa do Mundo feminina: Bastidores da eleição do Brasil 2027 Delegação brasileira celebra vitória, de forma emocionante, no primeiro pleito da história da Fifa com a participação dos mais de 200 filiados; Brasil obteve 119 votos O Brasil foi eleito na madrugada de sexta-feira (17) como sede da Copa do Mundo Feminina da FIFA 2027 […]

Copa do Mundo feminina: Bastidores da eleição do Brasil 2027

Delegação brasileira celebra vitória, de forma emocionante, no primeiro pleito da história da Fifa com a participação dos mais de 200 filiados; Brasil obteve 119 votos

O Brasil foi eleito na madrugada de sexta-feira (17) como sede da Copa do Mundo Feminina da FIFA 2027 durante o 74º Congresso da entidade máxima do futebol, em Bangkok, na Tailândia. O evento recebeu diversas personalidades brasileiras, que não contiveram a emoção ao escutar o anúncio. O Brasil venceu com 119 dos 207 votos dos participantes do 74º Congresso da Fifa, realizado em Bangkok, na Tailândia. Até então, a escolha do país-sede dos Mundiais era feito por apenas 36 integrantes do extinto Comitê executivo da Fifa.

“Por volta das décadas de 1950, 60 e 70, o futebol feminino foi proibido no Brasil. Temos ex-jogadoras de futebol que foram presas porque jogavam futebol e foram essas jogadoras que, com coragem e determinação, superaram essas proibições e conquistaram a liberdade, para que hoje eu e tantas outras meninas tenhamos a liberdade de jogar futebol sem essas proibições. Sinto que isto é uma recompensa: tendo a oportunidade de sediar a Copa do Mundo Feminina da FIFA, cada uma delas tem um papel na realização disso. Porque eu não sofri metade do que elas sofreram. Então hoje é o resultado do que todas as atletas fizeram pelo futebol feminino, não só no Brasil, mas no mundo todo”, disse Formiga, Lenda da FIFA e ex-jogadora da Seleção Brasileira.

74º Congresso da FIFA decidiu a sede da Copa do Mundo FIFA Feminina de 2027
74º Congresso da FIFA Créditos: FIFA

Rosana Augusto, Ednaldo Rodrigues e Formiga durante o

Formiga não foi a única ex-atleta presente no Congresso da FIFA. Cafu, capitão do pentacampeonato Mundial do Brasil, reforçou o acolhimento e a alegria do povo brasileiro.

“Estou muito feliz. É uma conquista merecida para um país que respira, ama e é apaixonado por futebol – esse é o Brasil. Acho que o que fez a diferença para o Brasil foi a alegria e a felicidade do povo brasileiro, e o quão acolhedor ele é com as pessoas de outros países. Somos o país dos sorrisos, da alegria, da felicidade, independentemente do que esteja acontecendo nele. Não tivemos os melhores resultados com a Seleção nas duas Copas do Mundo da FIFA™ que sediamos em 1950 e 2014. Agora temos a chance de reverter esse resultado com a Seleção feminina e vencer uma Copa do Mundo Feminina da FIFA em nosso país”, falou o ex-lateral.

O Brasil já sediou duas Copas do Mundo Masculinas. Além da candidatura liderada pela CBF, Alemanha, Bélgica e Holanda se juntaram para concorrer na eleição. Os europeus ficaram com 78 votos. Será a primeira vez que a América do Sul recebe uma Copa do Mundo Feminina.

Técnica da Seleção Feminina Sub-20, Rosana Augusto defendeu a Amarelinha como jogadora durante muitos anos. Em relato para o site da FIFA, a treinadora ressaltou a importância de receber a Copa do Mundo quando se trata da evolução do futebol feminino no país.

“No Brasil, ainda existem muitos problemas para as mulheres que jogam futebol, então isso terá um impacto direto na ascensão das jogadoras, no número de atletas, nos incentivos que os pais podem dar a suas filhas para jogar futebol. Terá um impacto tremendo e espero que realmente permita que as meninas sonhem em se tornar jogadoras de futebol profissionais, assim como os meninos podem sonhar. É uma grande conquista e uma base para que todas as mulheres possam aspirar a ser o que desejam ser. Não tenho dúvidas de que isso realmente as conectará e alimentará seus sonhos de se tornarem jogadoras de futebol profissionais também.”

Serão 32 seleções disputando o título Mundial no Brasil. O formato com este número de equipes fez sucesso na última Copa do Mundo, sediada por Austrália e Nova Zelândia e, para chegar à competição, as equipes passarão por classificatórias, promovidas por cada confederação internacional. Por ser o país anfitrião, o Brasil já está classificado para o Mundial.

74º Congresso da FIFA decidiu a sede da Copa do Mundo FIFA Feminina de 2027
Mundo Feminina 2027 Créditos: FIFA

Em seu 74º Congresso, FIFA decidiu a sede da Copa do

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, afirmou que o legado dessa Copa Feminina vai incluir ainda mais mulheres no mundo do futebol.

“Essa é uma vitória do futebol feminino na América do Sul e no mundo. Ao conquistar o direito de sediar a Copa do Mundo Feminina da FIFA, esperamos fortalecer o futebol feminino em todo o mundo. Sediar o mundo do futebol e a Copa do Mundo Feminina da FIFA no Brasil pela primeira vez levará mais mulheres e meninas a jogar futebol nas escolas, nos parques e na praia. Esse legado fará com que as mulheres sejam mais incluídas no mundo do futebol e mostrará sua capacidade de ocupar outras posições no futebol. Podem ter certeza de que queremos sediar a maior e melhor Copa do Mundo Feminina da FIFA de todos os tempos. Todos vocês estão convidados a vir ao Brasil para desfrutar da hospitalidade do nosso país, da excentricidade do nosso povo e da alegria de receber o estrangeiro de braços abertos.”

74º Congresso da FIFA decidiu a sede da Copa do Mundo FIFA Feminina de 2027
Congresso da FIFA Créditos: FIFA

Gianni Infantino e Ednaldo Rodrigues durante o 74º

Por fim, Valesca Araújo, gerente da candidatura brasileira, revelou que foi um período de grande dedicação para que tudo desse certo e o Brasil de fato fosse escolhido como sede.

“Foi um ano de muito trabalho, muita expectativa, e a ideia sempre foi mudar o futebol feminino na América do Sul. Hoje, o futebol feminino na América do Sul – não apenas no Brasil – está se desenvolvendo, e nós sempre acreditamos que uma Copa do Mundo Feminina da FIFA no Brasil aceleraria esse desenvolvimento. Quanto aos próximos passos, neste momento temos de comemorar. É uma grande conquista para a América do Sul. Vamos comemorar, não vamos sentir a pressão, não vamos ficar nervosos, vamos aproveitar esse momento.”

74º Congresso da FIFA decidiu a sede da Copa do Mundo FIFA Feminina de 2027
Copa do Mundo Feminina Créditos: FIFA

Valesca Araújo celebra escolha do Brasil como sede da Copa do Mundo Feminina

Fonte: CBF

Quer ficar por dentro de todas as novidades?
Siga o perfil do Portal Minuto61 no Instagram e não perca nada!

Receba as últimas notícias diretamente no seu Whatsapp!
Siga o canal “Últimas Notícias DF

Tem uma denúncia ou sugestão de reportagem?
Envie para o WhatsApp do Portal Minuto61 DF

Sua participação é muito importante!

 

Últimas Notícias

Portal Minuto 61 © 2022 – Strike Media

Você ajuda nosso portal a crescer e continuar
trazendo as notícias mais importantes!

Sua participação faz toda a diferença!

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Conheça nossa política de privacidade.